Home » São Carlos e Região » 46 EMPREENDEDORES INICIAM CURSO DE “BOAS PRÁTICAS DE MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS”

46 EMPREENDEDORES INICIAM CURSO DE “BOAS PRÁTICAS DE MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS”

Com o objetivo de orientar, capacitar e qualificar novos empreendimentos de Economia Solidária, a Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda (SMTER), Departamento de Apoio à Economia Solidária (DAES), deu início na noite de segunda-feira (07), no Centro Público de Economia Solidária “Herbert de Souza – Betinho”, Rua José Bonifácio n.º 885 – Centro, ao curso de “Boas Práticas de Manipulação de Alimentos”.

O curso será realizado as segundas e quintas-feiras, das 18 às 20h, até o dia 24 de outubro, com carga horária de 12 horas. As aulas terão como conteúdo pedagógico as legislações vigentes e oportunidade de esclarecer dúvidas e realizar de maneira correta todos os procedimentos de adequação do estabelecimento, manuseio e conservação dos alimentos, assegurando a produção de produtos de boa qualidade para o consumidor.

Participaram da abertura do curso o secretário de Trabalho, Emprego e Renda Walcinyr Bragatto, o diretor do Departamento de Apoio à Economia Solidária (DAES), José Eduardo Araújo e as autoridades sanitárias Eliane Buffa e Lilian Martinelli, da Secretaria Municipal de Saúde/Vigilância Sanitária.

Eliane Buffa, autoridade sanitária e uma das responsáveis por ministrar o curso, explicou que a capacitação é voltada para a área do comércio ambulante. “Vamos capacitar os inscritos sobre a importância da higiene para o manipulador, tipos de contaminações que podem ter nos alimentos, preparo, técnicas para produzir alimentos seguros, critérios de tempo e temperatura e como realizar adequadamente o como transporte dos alimentos”.

O secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, ressalta que o curso é uma importante parceria que a Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda têm com a Secretaria Municipal de Saúde/ Vigilância Sanitária, por meio de duas profissionais muito competentes, a Eliane e a Lilian que estão passando todo o conhecimento para a equipe de Economia Solidária.

“O curso é para todos aqueles que trabalham ou pretendem trabalhar com alimentos na Economia Solidária e estão tendo a oportunidade de adquirir mais conhecimento e os cuidados necessários na manipulação, na forma de armazenar, no transporte, na forma de servir os alimentos e isso tudo dá qualidade”, destacou.

Bragatto ressaltou ainda, a importância de se promover o desenvolvimento da cidade. “Nós queremos que a economia de São Carlos cresça, gere oportunidade de vida para as pessoas, então nós temos que ter bons produtos. Esse trabalho da Economia Solidária é muito positivo, nós sabemos que exige uma grande dedicação das pessoas que trabalham, fazem suas atividades no dia a dia e a noite estão fazendo esse curso importantíssimo, garantindo melhor qualidade nos produtos e maior desenvolvimento para a cidade de São Carlos”, finalizou.

José Eduardo Araújo, diretor do Departamento de Apoio à Economia Solidária ressaltou que o curso faz parte de um pré-requisito para o cadastro de novos empreendimentos no desenvolvimento de ações e atividades que gerem economia solidária. “Além de se tornar um novo empreendedor, um dos grandes benefícios do curso é o conhecimento adquirido, o que vai permitir aos empreendedores cumprir as diretrizes previstas no Código Sanitário, bem como, a obtenção da Licença da Vigilância Sanitária Municipal, a organização e formação de uma nova associação da economia solidária e principalmente a geração de renda familiar”, destacou o diretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*